quarta-feira, 22 de junho de 2011

A Dança



A DANÇA
Não te amo como se fosse rosa de sal, topázio
ou flecha de cravos que propagam o fogo:
te amo secretamente, entre a sombra e a alma.
.
Te amo como a planta que não floresce e leva
dentro de si, oculta, a luz daquelas flores,
e graças a teu amor vive escuro em meu corpo
o apertado aroma que ascender da terra.
.
Te amo sem saber como, nem quando, nem onde,
te amo directamente sem problemas nem orgulho:
assim te amo porque não sei amar de outra maneira,
.
Se não assim deste modo em que não sou nem és
tão perto que a tua mão sobre meu peito é minha
tão perto que se fecham teus olhos com meu sonho.

Pablo Neruda

quinta-feira, 16 de junho de 2011

A rosa que virou a dona do jardim


A rosa surgiu nesse jardim caotico e sutilmente sem nenhum ação
com sua beleza a e perfume
ela conquistou o jardim e tornou sua nação
sabedoria, verdade e amor eram suas leis
mentira, inveja e ciume la não tinha vez
colorido, vivo e alegre ela tornou o jardim
e por isso vos digo que a rosa foi um presente do universo pra mim

A flor mais bela do jardim


Da pura e simples magia do seu ser
Que me revelou o extraordinário que existe na rotina
Transforma meus dias cinzas em um tela viva e os coloridos em explosões de vida e luz
me mostra o melhor da vida todos os dias
Obrigado por existir e me fazer tão feliz.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

quarta-feira, 8 de junho de 2011

excelso



Assim o amor que nutrimos subirá aos céus qual fogo,
E o fogo levará nossas preces, nossas bençãos, para casa.

Neil Gaiman

domingo, 5 de junho de 2011

Sublimação



o toque
eletricidade percorre nossos corpos
a sensação de choque desperta meu apetite
uma súbita fome de você me possui
apenas apaziguada pela suavidade de seu ser
sublimados pelo momento
perdemos momentaneamente a consciência
apenas para despertar no êxtase
com o sabor de mais querer

Pages