quinta-feira, 30 de setembro de 2010



BORBOLETAS
Mário Quintana

"Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de
se decepcionar é grande.

As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as dela.

Temos que nos bastar... nos bastar sempre e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.

As pessoas não se precisam, elas se completam... não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.

Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente, não é o homem ou a mulher de sua vida.

Você aprende a gostar de você, a cuidar de você, e principalmente a gostar de quem gosta de você.

O segredo é não cuidar das borboletas e sim cuidar do jardim para que elas venham até você.

No final das contas, você vai achar
não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!"

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

o aroma da pimenta




apetitosa como fruta madura
bela como uma rosa
mas com um temperamento ou seria tempero? que faz ferver o mais frio dos corações.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Minha PrimaVera



ela é como a Primavera,seu perfume atrai as borboletas e passaros, os jardins ficam mais floridos, seu sorriso me aquece radiante como o sol e o céu ficou mais azul.

domingo, 19 de setembro de 2010




de costas pra parede não há ninguém que você pode pedir ajuda
não se esqueça de quem é você
não pare de chorar
Esta parte não esta cedendo
confie nos amigos
faça tudo novamente
não, não eu não estou mentindo

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Dance



existe música em toda parte
música pra se viver, sentir e dançar
e se você não consegue escutar
dança pelas batidas de seu coração

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Sentinela



vigilante observa sempre em prontidão
eternamente esperando o momento que nunca quer que ocorra, razão de sua existência.

Imagem de Nykolai Aleksander The Sentinel

terça-feira, 14 de setembro de 2010



"E como a uma borboleta, Ana prendeu o instante entre os dedos antes que ele nunca mais fosse seu"
Clarice Lispector

domingo, 12 de setembro de 2010

sábado, 11 de setembro de 2010

Sombras na noite



Nas sombras vivem monstros
nas sombras vivem nossos medos
nas sombras vivem apenas o que eu não quero dizer que sou eu mesmo.



"Que falta eu sinto de um bem
Que falta me faz um xodó
Mas como eu não tenho ninguém
Eu levo a vida assim tão só
Eu só quero um amor
Que acabe o meu sofrer
Um xodó pra mim
Do meu jeito assim
Que alegre o meu viver"

terça-feira, 7 de setembro de 2010



Ando no através do jardim alheio a tudo a minha volta
me distraio eventualmente com as borboletas
uma rosa chama minha atenção e me faz desviar meu caminho
sua beleza me faz delirar
seu perfume me entorpece
me perco no jardim e não consigo mas retornar

segunda-feira, 6 de setembro de 2010




Você é tão acostumada
A sempre ter razão
Você é tão articulada
Quando fala não pede atenção
O poder de dominar é tentador
Eu já não sinto nada
Sou todo torpor

É tão certo quanto o calor do fogo
É tão certo quanto o calor do fogo
Eu já não tenho escolha
Participo do seu jogo
Eu participo

Não consigo dizer se é bom ou mau
Assim como o ar me parece vital
Onde quer que eu vá
O que quer que eu faça
Sem você, não tem graça

Você sempre surpreende
E eu tento entender
Você nunca se arrepende
Você gosta e sente até prazer
Mas se você me perguntar
Eu digo sim
Eu continuo
Porque a chuva não cai
Só sobre mim
Vejo os outros
Todos estão tentando

E é tão certo quanto o calor do fogo
Eu já não tenho escolha
Participo do seu jogo
Eu participo

Não consigo dizer se é bom ou mau
Assim como o ar me parece vital
Onde quer que eu vá
O que quer que eu faça
Sem você, não tem graça

É tão certo quanto o calor do fogo
É tão certo quanto o calor do fogo
Eu já não tenho escolha
Participo do seu jogo
Eu participo do seu jogo


"Eu voltei pra minha sina
Contei pra uma menina
Meu medo só termina estando ali
Ela é suave assim
E sabe quase tudo de mim
Ela sabe onde eu
Queria estar enfim

É tanto, é tanto
Se ao menos você soubesse
Te quero tanto"
e você sabe....

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Right Here, Right Now



Ontem já foi e amanhã ainda não chegou
qual é o melhor lugar para se estar se não aqui?
qual a melhor hora se não agora?

Diggin in




“Cavando mais, até o fundo / Só assim vão descobrir o que precisam ver / O brilho do sol / Cavando mais, até o fundo / Pra se conhecer / O que será que vai aparecer? / Cave até o fundo e vai saber”.

Imagem: Digging Deep - Alison Gainge

Pages