terça-feira, 14 de setembro de 2010



"E como a uma borboleta, Ana prendeu o instante entre os dedos antes que ele nunca mais fosse seu"
Clarice Lispector

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages