terça-feira, 7 de setembro de 2010



Ando no através do jardim alheio a tudo a minha volta
me distraio eventualmente com as borboletas
uma rosa chama minha atenção e me faz desviar meu caminho
sua beleza me faz delirar
seu perfume me entorpece
me perco no jardim e não consigo mas retornar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages